FUNDEF
Camarão pede expulsão de presidente do Sinproesemma do PT
Por linharesjr.com.br • 08/05/2024
Compartilhe
Camarão Sinproesemma
Vice-governador alegou que o presidente do sindicato não representa os profissionais da educação nem os princípios do PT.

SÃO LUÍS, 08 de maio de 2024 – O secretário estadual de Educação e vice-governador do Maranhão, Felipe Camarão, recorreu às suas plataformas digitais para demandar a exclusão do presidente do Sindicato dos Professores do Estado do Maranhão (SINPROESEMMA) do Partido dos Trabalhadores (PT).

Em sua publicação, Camarão alegou que o presidente do sindicato não representa os profissionais da educação nem os princípios do PT. Ele sublinhou a necessidade de agir em consonância com os valores do partido e em defesa dos direitos da classe trabalhadora.

A solicitação de expulsão foi embasada em alegadas ações que contrariam os interesses e direitos dos trabalhadores da educação no Maranhão, conforme preconizado pelo programa e manifesto do PT.

Camarão enfatizou a importância de preservar a integridade das diretrizes partidárias e solicitou a expulsão de Raimundo Nonato Costa Oliveira, atual presidente do SINPROESEMMA.

Compartilhe
15/07/2024
DECISÃO
Trump escolhe senador como candidato a vice-presidente
15/07/2024
PROTESTO
Servidores do Detran exigem saída de secretário após 50 dias
15/07/2024
MARANHÃO
Número de motoristas com problema de visão dobra em 10 anos

3 Comentários

  1. Carlos

    Briga entre bandidos da mesma quadrilha.

    Responder
  2. Domingos Sávio Holanda da Silva

    Se são bandidos, não sei.
    O que sei é que nós Professores nunca tivemos representação em nenhuma esfera.
    Será que os espertalhões irão tirar 15% dos 40% que cabe ai Estado?
    Se fôssemos trabalhadores da construção civil (pedreiros e serventes) já tinhamos paralisado este Estado para não se deixar roubar por essa cambada de cabalha.
    Parabéns e obrigado Felipe Camarão.

    Responder
  3. Carlos

    Esse cara é um ESCÁRNIO…esse podre partido, só pensa no poder…. FORA CAMARÃO e toda essa imundice da esquerda.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda