Começando por Maceió
Bolsonaro volta ao Brasil com motociatas pelo Nordeste, em abril
Por Diário do Poder • 20/03/2023
Compartilhe
Maceió deve ser ponto de partida da caravana, por ser a única capital do Nordeste em que Bolsonaro venceu Lula. Foto: Alan Santos/PR/Arquivo

De olho nas eleições municipais que servirão de base para credenciá-lo para a eventual batalha presidencial de 2026, o ex-presidente Jair Bolsonaro está prevendo seu retorno ao Brasil para o início de abril. Para sua chegada dos Estados Unidos, o Partido Liberal (PL) prepara uma intensa agenda de motociatas, em caravana com foco no Nordeste e com início previsto para Maceió, única capital nordestina em que Bolsonaro venceu Lula.

Diante das incertezas de uma data confiável para o retorno de Jair Bolsonaro, o PL prevê que a caravana da volta do ex-presidente precisa iniciar ainda neste primeiro semestre, visando alcançar, nas eleições de 2024, ao menos mil prefeituras chefiadas, quase o triplo dos atuais 343 municípios comandados pelo partido do ex-presidente.

Lideranças do PL em Alagoas ainda não sabem a data em que Bolsonaro estará em Maceió. Mas o deputado fluminense Altineu Côrtes (PL-RJ) disse ao jornal O Globo que seu partido planeja uma verdadeira força-tarefa pelo Brasil, para que Bolsonaro protagonize o papel de grande líder da direita.

“Os deputados de cada estado vão acompanhar Bolsonaro, impulsionando essas visitas, existe a possibilidade de fazermos novas motociatas, inclusive. A Michelle não é candidata a nada, mas é a nossa liderança feminina, que certamente vai ajudar muito neste trabalho”, disse o parlamentar, ligado ao presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto.

Um dos herdeiros políticos do ex-presidente, o deputado Eduardo Bolsonaro revelou a O Globo que Costa Neto já ofereceu recursos da verba do fundo eleitoral do PL, para garantir que Jair Bolsonaro seja visto conduzindo o projeto de eleição de nomes da direita, no ano que vem. “Em 2020, como era presidente, ele não pôde se envolver tanto nas eleições municipais, inclusive por causa da pandemia. Mas agora o cenário é outro”, disse o filho do ex-presidente.

No foco das visitas de Bolsonaro estariam, além das capitais, cidades de até 200 mil habitantes, onde não há segundo turno e bastariam uma média de 25% dos votos para eleger prefeitos pelo PL.

O escândalo das joias de mais de R$ 16 milhões presenteadas pela Arábia Saudita deve ser minimizado pelas falas de Bolsonaro, que exigirá investigações sobre este caso e, também, casos de outros ex-presidentes. Mas já há pesquisas contratadas pelo PL, para adequar as falas da estrela do partido às expectativas de seu eleitorado e potenciais apoiadores.

Compartilhe
19/04/2024
DETIDOS
Maranhenses presos na Venezuela devem passar por julgamento
19/04/2024
SUPREMA CORTE
Flávio Dino cobra Lula, Pacheco e Lira sobre orçamento secreto
19/04/2024
LEVANTAMENTO
Bolsa Família chega a 40% dos lares no MA e a 4,5% em SC

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda