DECISÃO
Moraes do TSE rejeita recurso e mantém Bolsonaro inelegível
Por linharesjr.com.br • 27/05/2024
Compartilhe
Moraes STF
Decisão de Alexandre de Moraes mantém ex-presidente Bolsonaro inelegível. Defesa tenta levar caso ao STF.

BRASÍLIA, 27 de maio de 2024 – O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e seu candidato a vice-presidente nas eleições de 2022, Walter Braga Netto, tiveram seu recurso contra a inelegibilidade rejeitado pelo ministro Alexandre de Moraes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A decisão, tomada na última sexta (24) e publicada neste domingo (26), mantém Bolsonaro inelegível.

Os advogados de Bolsonaro haviam solicitado que o caso fosse encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF), mas Moraes rejeitou o pedido, alegando questões processuais. Segundo o ministro, o recurso não cumpria os requisitos legais para ser aceito.

Moraes também ressaltou que não houve cerceamento do direito de defesa e que a decisão do TSE não violou a Constituição.

“A controvérsia foi decidida com base nas peculiaridades do caso concreto, de modo que alterar a conclusão do acórdão recorrido pressupõe revolvimento do conjunto fático-probatório dos autos, providência que se revela incompatível com o recurso extraordinário”, sustentou o ministro.

Em outubro do ano passado, o TSE aplicou nova inelegibilidade a Bolsonaro e Braga Netto por abuso de poder político durante as comemorações do Bicentenário da Independência. A decisão foi tomada por 5 votos a 2.

Os ministros do TSE entenderam que Bolsonaro e Braga Netto usaram as celebrações oficiais do 7 de Setembro de 2022 para fins eleitorais. Ambos foram multados: Bolsonaro em R$ 425,6 mil e Braga Netto em R$ 212,8 mil.

Bolsonaro já havia sido declarado inelegível em junho de 2023 por abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação em outro caso. A inelegibilidade é de oito anos.

Compartilhe
15/07/2024
DECISÃO
Trump escolhe senador como candidato a vice-presidente
15/07/2024
PROTESTO
Servidores do Detran exigem saída de secretário após 50 dias
15/07/2024
MARANHÃO
Número de motoristas com problema de visão dobra em 10 anos

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda