Protestos
Esquerda boicota feira israelense em Universidade de Campinas
Por linharesjr.com.br • 04/04/2023
Compartilhe
Na oportunidade, a fachada do prédio foi pichada com a mensagem “Palestina Livre” pelo de militantes de esquerda.

Militantes de esquerda conseguiram suspender uma feira de universidades israelenses na Unicamp, em Campina (SP). Na oportunidade, os manifestantes picharam a fachada do prédio com a mensagem “Palestina Livre”.

Segundo o presidente da Federação Árabe Palestina no Brasil (Fepal), Ualid Rabah, “se a UNICAMP mantiver esta feira, estará não apenas legitimando o apartheid israelense sobre o povo palestino, mas admitindo que a humanidade pode tolerar o apartheid e outros crimes de lesa-humanidade, todos presentes na Palestina e praticados por Israel, como aceitáveis em qualquer parte do mundo, talvez até aqui, contra parcelas do povo brasileiro”.

Em nota, a Federação Israelita do Estado de S. Paulo criticou o que considerou ser “ação marginal dos manifestantes”. “As imagens de manifestantes acuando e hostilizando os representantes das universidades israelenses são repugnantes e precisam ser investigadas. A Unicamp é um espaço democrático que, inclusive, mantém seis convênios com universidades israelenses, sempre trabalhando no sentido de fazer a cooperação mútua entre os dois países […] a violência é a marca principal de algumas das manifestações pró-Palestina pelo mundo, aqui no Brasil não podemos admitir que isso aconteça”, registrou.

Já a Reitoria da Unicamp afirmou que “a Feira de Universidades Israelenses não pôde ser realizada por força de manifestações contrárias à sua ocorrência. A saída, com segurança, da equipe promotora do evento ocorreu após negociações com os representantes da manifestação. A Unicamp ressalta que o direito à livre manifestação será garantido desde que essas sejam realizadas de forma pacífica e desde que não haja o impedimento de atividades acadêmicas devidamente autorizadas pelas instâncias decisórias da Universidade.”

A feira reuniria representantes das Universidades de excelência de Israel, entre elas: Universidade Bar Ilan, Universidade de Haifa, Universidade Hebraica de Jerusalém, Universidade de Tel Aviv e Technion – Israel Institute of Technology, na área da Comvest (Comissão Organizadora dos Vestibulares).

Compartilhe
25/03/2024
PROTESTOS
Manifestações vazias da esquerda preocupam base do governo
11/03/2024
PESQUISA
Quase metade dos motoristas de app se declaram de direita
11/03/2024
ELEIÇÕES 2024
Esquerda é derrotada nas eleições em Portugal

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda