DESPESAS
Presidente da Anvisa gastou R$ 1 mi em viagens no 1º mandato
Por linharesjr.com.br • 10/07/2024
Compartilhe
Anvisa despesa
Antonio Barra Torres realizou 45 viagens nacionais e internacionais entre 2020 e 2024, com despesas cobertas pela Anvisa.

BRASIL, 10 de julho de 2024 – O diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres, acumulou despesas de R$ 1 milhão em viagens durante seu primeiro mandato, entre 2020 e 2024. Os dados foram obtidos pelo Poder360 através do Portal da Transparência.

Durante o período, Torres fez 45 viagens, passando 184 dias fora de sua base entre 1º de janeiro de 2022 e 22 de junho de 2024. As viagens, destinadas a reuniões, eventos e visitas técnicas, incluíram despesas de hospedagem, transporte e seguros, todas custeadas pela Anvisa, sob a supervisão do Ministério da Saúde.

DESPESAS SIGNIFICATIVAS

A viagem mais cara, de R$ 98,4 mil, ocorreu em junho de 2023, quando Torres foi aos Estados Unidos para uma convenção de biotecnologia e um evento da Drug Information Association (DIA) em San Diego, além de uma reunião da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) em Washington.

OUTRAS VIAGENS ONEROSAS

A segunda viagem mais dispendiosa levou Torres de Brasília à Argentina e depois à Austrália, entre 7 e 18 de novembro de 2023, com um custo de R$ 86,9 mil. A terceira maior despesa foi uma viagem aos Estados Unidos, em junho de 2022, que custou R$ 69 mil.

DESAFIOS NA ANVISA

Enquanto Torres viajava, a Anvisa enfrentava desafios significativos devido à falta de pessoal. Um levantamento do Poder360 revelou que 9% dos cargos na agência estão vagos, afetando a eficiência do trabalho, incluindo a demora no licenciamento de medicamentos.

Recentemente, funcionários da Anvisa participaram de ações promovidas pelo Sinagências, buscando recomposição de cargos, fim do contingenciamento de orçamento e valorização salarial.

Diretores das agências têm alertado para a gravidade da situação.

Compartilhe
22/03/2022
SUS
Sancionada lei que permite receita de remédios sem aval da Anvisa
13/01/2022
Covid-19
Brasil recebe primeiro lote da vacina Pfizer para crianças
03/01/2022
Covid-19
Anvisa pede interrupção de embarques em cruzeiros no Brasil

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda