ISSO É O BRASIL
Por falta de gasodutos, Petrobras atinge recorde de devolução de gás em reservas
Por José Linhares Jr • 24/02/2023
Compartilhe
Enquanto governo brasileiro estuda financiar gasodutos na Argentina, Brasil sofre com falta de estrutura que poderia diminuir consideravelmente o gás de cozinha no país.

Enquanto o governo Lula providencia o financiamento de gasodutos na Argentina via BNDES, a Petrobras atingiu recorde de reinjeção de gás natural em suas reservas. Acontece que, por falta de uma rede de gasodutos que possibilite o escoamento da produção no Brasil, a empresa brasileira é obrigada a retirar o gás de seus poços e devolvê-lo.

Segundo números da segundo dados da ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), foram cerca de 25 bilhões de m3 (metros cúbicos) reinjetados – o que representa 50% da produção anual.

Segundo a própria Petrobras, este é o maior programa de reinjeção do planeta.

Cerca de 85% do gás natural produzido no Brasil acontece em reservas que também produzem petróleo. Para produzir óleo, as empresas têm que extrair gás natural. Restam às petroleiras duas opções: comercializar o gás ou reinjetá-lo. Por falta de gasodutos, a empresa é obrigada a perder a possibilidade de comercializar o produto.

Caso os investimentos em gasoduto fossem realizados, seria possível aumentar a oferta de gás natural em até 10 milhões de m3 por dia. O que iria diminuir consideravelmente o preço do gás de cozinha no país.

Compartilhe
19/03/2024
ECONOMIA
Contas da Argentina ficam no Azul pelo segundo mês seguido
01/02/2024
LEVANTAMENTO
Brasil supera Argentina e lidera endividamento na América Latina
02/01/2024
PESQUISA
Confiança no governo de Javier Milei atinge nível recorde

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda