GUERRA
Polônia se prepara para enfrentar Rússia em tensões na fronteira
Por linharesjr.com.br • 07/02/2024
Compartilhe
Polônia guerra
Ministro da Defesa polonês Władysław Kosiniak-Kamysz anunciou preparativos para possível guerra contra a Rússia.

POLÔNIA, 07 de fevereiro de 2024 – Em um comunicado divulgado nesta segunda (5), o ministro da Defesa da Polônia, Władysław Kosiniak-Kamysz, que também atua como vice-primeiro-ministro, revelou que seu país está se preparando para um possível conflito armado com a Rússia.

Em uma entrevista ao jornal local Super Express, o ministro afirmou estar pronto para enfrentar a agressão em “todos os cenários”.

Kosiniak-Kamysz reconheceu a crescente tensão ao longo da fronteira oriental com a Rússia, especialmente em meio ao conflito em curso na Ucrânia. Ele destacou a importância de revisar a situação, tirar conclusões e preencher lacunas, incluindo armas e munições.

O ministro ressaltou que, além dos esforços significativos na aquisição de armas, é crucial garantir o adequado equipamento pessoal dos soldados para enfrentar qualquer eventualidade.

A preocupação com a possibilidade de uma escalada do conflito não é exclusiva da Polônia. Outros membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) também expressaram apreensão.

O ministro da Defesa da Suécia, Carl-Oskar Bohlin, instou os civis a estarem preparados para uma potencial guerra na Europa.

Da mesma forma, o chefe de Defesa da Romênia, general Gheorghitã Vlad, sugeriu que a “política” de guerra de Vladimir Putin esclarecerá futuras ações, destacando a Moldávia como um possível alvo.

No contexto dessas tensões, a Otan anunciou o Steadfast Defender 2024, o maior exercício militar desde a Guerra Fria.

Com a participação de 90 mil militares de 31 países, além da Suécia em processo de adesão, o exercício, iniciado em janeiro, está previsto para encerrar em maio.

Compartilhe
07/02/2024
GUERRA
Polônia se prepara para enfrentar Rússia em tensões na fronteira
18/04/2023
Declaração impopular
União Europeia e EUA criticam falas de Lula sobre invasão russa
27/01/2023
DESDÉM
Lula nega envio de munição de tanques para Ucrânia

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda