LAVAGEM DE DINHEIRO
Ministra do Turismo gastou R$ 1 milhão com empresas fantasmas
Por José Linhares Jr • 16/01/2023
Compartilhe
Denúncia do portal Metrópoles mostra que ministra de Lula usou recursos públicos em empresas inexistentes.

A ministra do Turismo, Daniela Carneiro (União Brasil/RJ), gastou mais de R$ 1 milhão em gráficas que não existem. O fato aconteceu durante a campanha eleitoral em 2022. Daniela declarou os gastos em empresas que não existem e estão no nome de um assessor da prefeitura de Belford Roxo, no Rio de Janeiro, cidade em que o prefeito é o marido da ministra, conhecido como Waguinho.

Carca de meio milhão foram pagos às empresas Rubra Editora Gráfica Ltda e Printing Mídia Ltda, ambas em nome de Filipe de Souza Pegado, que ocupou o cargo de assessor do setor de contratos e convênios da Secretaria Municipal de Educação de Belford Roxo, em 2021.

Ama ação do Ministério Público do Rio de Janeiro, ainda em 2017, já havia tentado barrar uma contratação da Rubra Editora e Gráfica Ltda, quando Daniela, que na época era secretária de Assistência Social e Cidadania de Belford Roxo, tentou contratar serviços da editora para a prefeitura.

A partir de então, o município, comandado pelo prefeito Waguinho, marido de Daniela, já pagou mais de R$ 6 milhões para a Rubra Editora, de acordo com dados do Portal de Transparência da cidade.

A assessoria da ministra do Turismo de Lula alega que todas as contas dela foram aprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro.

A denúncia foi publicada originalmente pelo portal Metrópoles.

Compartilhe
19/04/2024
DETIDOS
Maranhenses presos na Venezuela devem passar por julgamento
19/04/2024
SUPREMA CORTE
Flávio Dino cobra Lula, Pacheco e Lira sobre orçamento secreto
19/04/2024
LEVANTAMENTO
Bolsa Família chega a 40% dos lares no MA e a 4,5% em SC

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda