INSEGURANÇA
Maranhão registra média diária de cinco óbitos
Por DIFUSORA NEWS • 02/04/2024
Compartilhe
Maranhão insegurança
Os dados levam em consideração os crimes de feminicídio, homicídio doloso, latrocínio e lesão corporal seguido de morte.

MARANHÃO, 2 de abril de 2024 – Por dia, cinco pessoas morrem de forma violenta no Maranhão. É o que diz o painel de indicadores estatísticos do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Ao todo, nos meses de janeiro e fevereiro, o estado contabilizou 312 mortes violentas, tendo as cidades de São Luís, Imperatriz, Caxias e Balsas com maior incidência desses crimes: foram 27, 19, 15 e 10 vítimas respectivamente.

Em comparação aos outros estados brasileiros, o Maranhão ocupa o 8° lugar no ranking que contabiliza a quantidade de vítimas no Brasil. Os dados revelam ainda que a maioria das vítimas eram do sexo masculino (294), enquanto houve 18 mulheres que tiveram a vida interrompida.

Os dados do painel de indicadores estatísticos do Ministério da Justiça usam informações oficiais enviadas pela Secretaria de Segurança Pública de cada estado. Até a data de publicação desta matéria, a SSP do Maranhão não havia informado o quantitativo de mortes violentas equivalentes ao mês de março.

No site da SSP-MA há apenas o relatório de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI) referentes a Grande São Luís, composta pelos municípios de Paço do Lumiar, São José de Ribamar e Raposa.

Segundo os dados do órgão de segurança, 11 pessoas morreram de forma violenta na Grande São Luís. No entanto, os métodos de consulta dos dados relacionados a meses anteriores não são disponibilizados no site oficial da SSP.

Os dados da SSP apontam ainda que a maioria dos crimes foram registrados em São Luís, onde 7 pessoas perderam a vida. O relatório diz ainda que as vítimas possuíam entre 26 e 46 anos e cerca de 72,7% foram mortas por armas de fogo.

No entanto, não existem dados de outras cidades. Em Imperatriz, por exemplo, 40 casos de homicídios foram registrados pela Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) no mês de março deste ano.

Compartilhe
22/04/2024
SÃO LUÍS
Assalto em frente ao Shopping da Ilha gera pânico em clientes
25/03/2024
FACÇÃO
Racha no PCC causa temores de violência nas ruas e nas prisões
24/01/2024
AUXÍLIO
Lula liga ao presidente do Equador e oferece ajuda contra violência

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda