FUTEBOL
Interdição do Castelão deixa Sampaio e Moto sem estádio
Por linharesjr.com.br • 24/04/2024
Compartilhe
Castelão estádio
Estádio Castelão é interditado para reparos no gramado, deixando times locais sem local para jogar no Brasileirão.

SÃO LUÍS, 24 de abril de 2024 – A Secretaria de Estado do Esporte e Lazer do Maranhão anunciou a interdição do estádio Castelão para reparos em seu gramado. A medida foi confirmada pelo secretário Naldir Lopes, nesta quarta (24).

“É evidente como o gramado está comprometido devido à alta frequência de jogos. Não houve tempo para sua recuperação. A empresa responsável solicitou um período para os reparos e, autorizei. O Castelão ficará interditado por 10 a 15 dias para resolver este problema visível.”

Entretanto, essa interdição causa um impasse, pois o Castelão tem dois jogos agendados para times maranhenses neste fim de semana no Brasileirão. O Sampaio enfrentaria o Figueirense no sábado, às 17h, pela Série C, enquanto o Moto jogaria contra o Tocantinópolis, às 16h, pela Série D.

Uma opção seria o estádio Nhozinho Santos, porém não recebe partidas devido à falta de laudos.

O Maranhão Atlético Clube (MAC) também pode ser afetado caso a interdição ultrapasse os dez dias iniciais. Sua partida contra o River, marcada para 4 de maio no Castelão, às 16h, precisaria de outro local.

Romário Barros, secretário de esporte de São Luís, informou que o Nhozinho Santos não estará pronto para receber jogos neste fim de semana, aguardando uma vistoria para determinar a data de reabertura.

Alternativas estão sendo consideradas, como permitir partidas sem público ou obter um laudo provisório através de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC).

A FMF não se pronunciou até o momento, enquanto os jogos seguem marcados no Castelão pela CBF.

Compartilhe
24/05/2024
ACIDENTE
Jovem morre atropelado ao treinar no entorno do Castelão
17/08/2023
FUTEBOL
Castelão receberá público após envio de laudo do Governo à CBF
09/02/2022
Clássico Carioca
Vasco e Botafogo se enfrentam neste domingo em São Luís

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda