ELEIÇÕES 2022
IBGE ‘desmente’ dado sobre pobreza usado por Lula na campanha
Por linharesjr.com.br • 07/12/2023
Compartilhe
Lula pobreza
Durante a campanha de 2022, Lula divulgou dados alarmantes sobre a fome no Brasil. No entanto, o IBGE mostrou queda na extrema pobreza.

BRASIL, 07 de dezembro de 2023 – Em meio à campanha eleitoral de 2022, Lula destacou repetidamente um levantamento de uma ONG esquerdista, a Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Rede Pensann), afirmando que 33 milhões de brasileiros passavam fome no ano anterior.

Contudo, esses dados foram contestados pelo governo anterior, e agora o Instituto de Geografia e Estatística (IBGE) desmente essas informações.

O dado em questão, divulgado em junho pela Rede Pensann, foi refutado pela Síntese de Indicadores Sociais do IBGE, apresentada na última quarta (6).

Contrariando as alegações feitas durante a campanha, o IBGE aponta que a extrema pobreza no Brasil em 2022 experimentou uma redução significativa de 34%, caindo de 9% em 2021 para 5,9%. Esse declínio equivale a 3,1 pontos percentuais, indicando uma realidade diferente da retratada por Lula.

Além disso, o IBGE revela que o número de pessoas vivendo na pobreza, considerada com menos de US$ 6,85 por dia, também diminuiu.

A queda foi de 36,7% para 31,6% (5,1 pontos percentuais), representando uma redução de 14%. Em termos absolutos, isso significa que 10,2 milhões de pessoas deixaram a condição de pobreza em 2022.

Compartilhe
22/12/2023
RANKING
Serrano do Maranhão lidera proporção de pessoas pretas no Brasil
15/12/2023
IBGE
Maranhão tem a pior renda familiar per capita do Brasil
09/12/2023
IBGE
Maranhão é o 7º no Ranking Nacional de Jovens ‘Nem-Nem’

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda