COERÊNCIA
Hildo Rocha critica apoio do MDB a Flávio Dino
Por José Linhares Jr • 24/07/2022
Compartilhe
Hildo Rocha ressaltou que durante o período que governou o estado, Flávio Dino tentou destruir o MDB e perseguiu vários filiados do grupo político.

Após o Movimento Democrático Brasileiro (MDB) declarar apoio a Flávio Dino (PSB), pré-candidato ao Senado Federal, o deputado Federal Hildo Rocha divulgou um vídeo nas redes sociais criticando a atuação partido, ressaltando que não vai apoiar um ex-governante que ‘aprofundou’ a pobreza e deixou o Maranhão com os piores indicadores sociais e econômicos.

Hildo Rocha ressaltou ainda que durante o período que governou o estado, Flávio Dino tentou destruir o MDB e perseguiu vários filiados do grupo político.

“Maranhão merece um representante que cumpra com seus deveres e pense em todos os maranhenses. Como um dos maiores partidos do Brasil, o MDB poderia ter o seu próprio candidato ao governo do estado e ao senado.

Não concordo em apoiar um ex-governante que pouco fez pelo seu estado e que ainda deixou o Maranhão nas circunstâncias em que se encontra atualmente”, concluiu.

Compartilhe
17/06/2024
CORRUPÇÃO
PF indica que Ministro controlava licitações fraudulentas
17/06/2024
MARANHÃO
Grávida é baleada no MA e tiro fica alojado na perna do bebê
17/06/2024
LEVANTAMENTO
Quase 70% dos evangélicos e 43% dos católicos reprovam Lula

1 Comentário

  1. Clenio

    Sr. Wildo Rocha,o senhor sabe muito bem que o que está acontecendo agora,faz parte de acordo feito por Sarney para manter-se à frente do comando do governo do estado do Maranhão,aquela dissimulação do ex governador Flávio Dino nas duas eleições passadas pra governador, era pura hipocrisia. Agora chegou a hora de pagar a conta, só quero ver é como o eleitor irá reagir a essa enganação. E ainda tem gente que defende que Roseana e seus aliados fizeram muito pelo Maranhão e são as melhores opções pra o futuro do estado, só se for pra enriquecimento da família e lamento do povão.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda