REPERCUSSÃO
Governo recua após protesto de professores contra demissões
Por linharesjr.com.br • 05/10/2023
Compartilhe
Governo Sinproesemma
Professores do Centro Educa Mais Almirante Tamandaré protestam e governo revoga plano de demissão de educadores em resposta ao sindicato.

SÃO LUÍS, 05 de setembro de 2023 – Nessa semana, os professores do Centro Educa Mais Almirante Tamandaré realizaram um protesto contra o aviso de demissão de educadores que atuam na unidade.

Após um anúncio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) do Maranhão, informando que 1/3 dos professores contratados seriam cortados da folha de pagamento, o governo estadual decidiu recuar diante da controvérsia gerada por essa decisão.

O documento emitido pela Seduc justificava o corte com base em orientações do Ministério Público, alegando a necessidade de otimizar recursos. Os critérios para os desligamentos incluíam baixo desempenho, menor carga horária e a dispensa de professores que lecionam nas 1ª e 2ª séries do ensino médio.

Entretanto, devido à reação negativa, o governador em exercício, Felipe Camarão, se reuniu com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica das Redes Públicas Estadual e Municipais do Estado do Maranhão (SINPROESEMMA) para debater a questão.

De acordo com o SINPROESEMMA, durante o encontro, foi discutida a importância da estabilidade dos professores para o sistema educacional, buscando soluções que não comprometessem a qualidade do ensino.

Conforme o sindicato, Felipe Camarão revogou a decisão anterior de demissão dos profissionais, que agora deverão continuar exercendo suas funções até o término dos contratos.

Compartilhe
25/05/2024
PENA
Ex-prefeito de Graça Aranha condenado por irregularidades
25/05/2024
APOIO AO TERROR
Terroristas usaram agência da ONU para esconder cadáveres em Gaza
25/05/2024
Rejeição a Lula entre população do Brasil supera aprovação

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda