ESPIONAGEM
Dino manda à PF crime pelo qual já foi denunciado no Maranhão
Por linharesjr.com.br • 17/01/2024
Compartilhe
Dino Espionagem
Ministro da Justiça e Segurança Pública acionou Polícia Federal para apurar grampos ilegais no governo Ratinho Júnior do Paraná.

BRASIL, 17 de janeiro de 2024 – O Ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, ordenou à Polícia Federal investigar supostos grampos ilegais no governo do Paraná durante suas últimas semanas no cargo.

O caso envolve a existência de uma diretoria de inteligência na Controladoria-Geral do estado, utilizada para espionar celulares de adversários políticos de Ratinho Jr. (PSD).

A denúncia surgiu após a revelação de que o governo paranaense contratou o software espião israelense First Mile por R$ 6,2 milhões em 2019.

O Ministério Público do Paraná arquivou o caso em dezembro, mas o deputado estadual Requião Filho celebrou a decisão de Dino, afirmando aguardar que a Polícia Federal cumpra seu papel na investigação.

O esquema de espionagem já foi alvo da Operação Última Milha da Polícia Federal, que investiga agentes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) pelo uso do programa israelense.

Cabe ressaltar que o governo do Maranhão, durante o mandato de Flávio Dino, enfrentou polêmicas relacionadas a espionagem. Em 2019, um ofício vazado da Polícia Militar do Maranhão revelou a solicitação de espionagem a adversários políticos.

Além disso, o secretário de Estado da Articulação Política do governo maranhense, Rubens Júnior, foi gravado pedindo a funcionários do governo que monitorassem prefeitos e deputados.

Compartilhe
03/02/2023
EX-EUA
Governo Biden permite que balão espião chinês sobrevoe EUA
02/07/2021
Ministério Público? Onde?
Governo do MA volta a usar estrutura para espionar prefeitos
28/04/2021
5G
China usa rede 5G para “espionagem comercial”

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda