ELEIÇÕES 2022
Desvio de ônibus escolares por Brandão e Lula na campanha é investigado
Por José Linhares Jr • 09/09/2022
Compartilhe
Suspeitas de que ônibus públicos tenham sido usados para benefício político motivou denúncia

O uso de ônibus escolares por Carlos Brandão (PSB) nas eleições deste ano é alvo de investigação da Procuradoria Eleitoral. Os promotores apuram se o uso dos veículos estaduais e municipais na convenção do candidato promovida pelo governador foi ilegal. O caso está sob o comando do procurador eleitoral auxiliar, José Leite.

A denúncia foi apresentada ao Ministério Público Eleitoral (MPE) pela coligação “Junto pelo Trabalho”, na qual relatou que os bens públicos foram usados para alavancar a candidatura do governador Carlos Brandão e do ex-gestor Flávio Dino, que disputa uma vaga para o Senado Federal.

No dia 30 de julho o evento político da coligação governista, realizado no Parque João Paulo II, Itaqui Bacanga, contou com caravanas vindas do interior do Estado, e de diversos pontos da capital, que foram transportadas em dezenas de ônibus a serviço de escolas públicas estaduais e municipais, custeados com verba pública.

Para José Leite, o caso pode configurar a conduta vedada prevista no artigo 73, inciso I, da Lei das Eleições, que versa que “são proibidas aos agentes públicos, servidores ou não, as seguintes condutas tendentes a afetar a igualdade de oportunidades entre candidatos nos pleitos eleitorais: I – ceder ou usar, em benefício de candidato, partido político ou coligação, bens móveis ou imóveis pertencentes à administração direta ou indireta da União, dos Estados, do Distrito Federal, dos Territórios e dos Municípios, ressalvada a realização de convenção partidária”.

Diante dos fatos, o procurador instaurou um Procedimento Preparatório Eleitoral para apurar a suposta utilização de veículos públicos ara o transporte de pessoas para a Convenção do PT, PC do B e PSB, em São Luís, em prol das candidaturas de Carlos Brandão e Flávio Dino.

José Leite também solicitou à Assessoria de Pesquisa e Análise da Procuradoria da República no Maranhão informe, em 48 horas, os dados cadastrais de todos os veículos mencionados na denúncia.

Compartilhe
17/04/2024
DÉBITOS
Governo do Maranhão renegocia dívida com a União
17/04/2024
INVESTIGAÇÃO
Caso Odylo: Membros da Seduc faltam a reunião com delegado
17/04/2024
SENADO
Senadores maranhenses se dividem sobre PEC das Drogas

6 Comentários

  1. Mathias

    Linhares, por favor, uma publicação/análise sobre o pessoal da ku klux klan que estava em peso nas manifestações de 7 de setembro, segundo lularápio.

    Responder
  2. Jorge Maurício

    MESMO QUE TENHAM FOTOS,VIDEOS NÃO IRA DA EM NADA E SE DER EM ALGO A MULTA E POUCA.

    Responder
  3. Toninho Tijolada

    Já se fosse pra adversários…

    Responder
  4. Alex

    Mas o ladrão não falou em Ku Klux Klan, ele falou Kus Kus Klan, então não tem problema.

    Responder
  5. Morador de Colinas, terra do Brandão

    Imagine se eles soubessem que aqui em colinas todos os servidores contratados pela prefeita laranja deles estão deixando seus postos de trabalho pra fazer campanha pro Brandão. Aparelhamento total da máquina pública.

    Responder
  6. Morador de Colinas, terra do Brandão

    Ontem num arrastão deles aqui, um carro pegou fogo no meio da carreata e deixou algumas pessoas queimadas. A farra de bebida alcoólica para menores de idade rolou solta, mas tudo passa sem o MP dizer nada. Inclusive tem vídeos provando o que tô dizendo.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda