SÃO LUÍS
Câmara adia votação do Orçamento 2023 pela 2ª vez
Por Imirante • 06/01/2023
Compartilhe
Nova prorrogação atendeu a pedido do líder do governo Eduardo Braide na casa, vereador Raimundo Penha

A votação do Orçamento 2023 em São Luís foi adiada pela 2ª vez nesta sexta-feira (06). O novo adiamento aconteceu após pedido do líder do Governo Braide na Câmara de São Luís, Raimundo Penha (PDT). A solicitação foi atendida pela Mesa Diretora da casa, presidida pelo vereador Paulo Victor (PCdoB). Uma nova Sessão Extraordinária foi convocada para a próxima terça-feira (10) pelo presidente.

Os presentes tinham a esperança de que o Orçamento da Prefeitura de São Luís fosse votado hoje, em razão da Sessão Extraordinária na Câmara de Vereadores convocada pelo presidente da Casa, Paulo Victor.

Em seu pedido de adiamento, o vereador Raimundo Penha justificou que o pedido foi uma consequência da reunião realizada entre o prefeito Eduardo Braide (PSD) e alguns vereadores, inclusive com a presença do presidente Paulo Victor.

O encontro aconteceu ontem após solicitação do prefeito da capital e atendido pelos vereadores. “Depois da importante reunião, o diálogo vai prevalecer e queremos uma votação do Orçamento consensuada. A retirada não é por crise, ao contrário, é para que o Governo tenha mais tempo para dialogar e construir um consenso na votação. O adiamento não cria prejuízo para os servidores municipais ou para a cidade de São Luís. O meu pedido não é por nenhum desentendimento, mas sim pela construção de um grande consenso e harmonia que será muito importante”, disse o líder do governo.

Compartilhe
18/04/2024
fora-da-lei
Relatório sobre Alexandre de Moraes revela que ministro agiu contra a constituição do Brasil
18/04/2024
UPA
MPMA avalia qualidade do atendimento de unidades de Saúde
18/04/2024
ADVERTÊNCIA
MPMA recomenda ação rápida contra alagamentos em São Luís

1 Comentário

  1. LINDNEY

    Para que serve mesmo vereador em São Luis? a 410 anos atrás nossa ilha era melhor de viver do hj.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda