LEVANTAMENTO
Brasil tem a maior diferença salarial entre parlamentares e o povo
Por CNN BRASIL • 02/02/2024
Compartilhe
Brasil salário
Salário fica 15 vezes maior que o da média dos brasileiros. Proporção no Brasil lidera ranking mundial após aumento aprovado pelo Congresso.

BRASIL, 02 de fevereiro de 2024 – Um levantamento realizado pela CNN mostra que o salário dos deputados e senadores brasileiros será 15,2 vezes maior do que a renda média dos cidadãos do país, a partir de abril, quando entra em vigor a nova remuneração, aprovada pelo congresso na última terça (20).

O projeto de decreto legislativo concedeu reajuste a deputados federais, senadores, presidente, vice-presidente e ministros de Estado. Os aumentos serão realizados em etapas até 2026.

Os salários dos parlamentares passam dos atuais R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil em janeiro de 2023, R$ 41,6 mil em abril de 2023, R$ 42,9 mil em 2024, R$ 44,5 mil em 2025 e R$ 46,3 mil em 2026 (um reajuste total de 37,4% nesse período).

Já o salário médio da população brasileira é de R$ 2.737, segundo dados do Ipea, baseados na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD contínua), do IBGE.

Para efeito de comparação, a CNN analisou as diferenças entre os salários de parlamentares e salários médios dos cidadãos dos países com maior renda per capita média da América do Sul, da América do Norte e da Europa.

A renda média dos cidadãos dos Estados Unidos foi obtida a partir do Censo norte-americano e dos demais países foram extraídas da última análise anual do Banco Mundial.

Os salários dos parlamentares do Brasil é 15 vezes (1400%) maior do que a renda média dos cidadãos brasileiros, maior diferença entre os países analisados.

Na outra ponta está a Noruega, onde um parlamentar ganha 30% a mais do que a remuneração média dos cidadãos noruegueses.

Veja abaixo o ranking comparativo elaborado pela reportagem:

Compartilhe
02/02/2024
LEVANTAMENTO
Brasil tem a maior diferença salarial entre parlamentares e o povo
01/02/2024
LEVANTAMENTO
Brasil supera Argentina e lidera endividamento na América Latina
30/01/2024
LEVANTAMENTO
Brasil despenca em “Ranking de Corrupção”

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda