DOENÇA
Brasil registra recorde anual de casos de dengue em 2024
Por linharesjr.com.br • 19/03/2024
Compartilhe
Brasil dengue
Especialistas alertam que o pior ainda está por vir, com o pico da doença previsto para os meses de abril e maio.

BRASIL, 19 de março de 2024 – O Brasil registrou 1.889.206 casos prováveis de dengue até março, marcando o maior surto anual da doença neste século. Comparado ao ano de 2015, anteriormente considerado o pior, com 1.688.700 casos, a atual situação demanda uma atenção especial das autoridades de saúde.

A escalada dos casos de dengue tem preocupado tanto os especialistas quanto as autoridades responsáveis pela gestão da saúde no país. Segundo o Ministério da Saúde, há uma expectativa de que haja uma diminuição das infecções nas próximas semanas.

No entanto, especialistas alertam que o pior ainda está por vir, com o pico da doença previsto para os meses de abril e maio.

Diversos fatores têm contribuído para o aumento alarmante dos casos de dengue no Brasil. Entre eles, destacam-se as mudanças climáticas e os fenômenos como El Niño.

O aquecimento global tem acelerado o ciclo de vida dos mosquitos transmissores da doença, aumentando a incidência de casos. As mudanças nos padrões de chuvas também têm contribuído para a propagação do vírus.

Além disso, a expansão geográfica da dengue é uma preocupação crescente. Regiões antes menos afetadas pela doença, como o Sul e o Centro-Oeste do país, têm registrado um aumento significativo no número de infecções.

A falta de preparo das populações e dos agentes de saúde para lidar com a doença nessas regiões agrava ainda mais a situação.

Outro fator que tem impactado o cenário atual é a continuidade dos números alarmantes observados no final de 2023.

O aumento da propagação da dengue durante o inverno, período em que a doença é menos comum, indica uma tendência que se estende para o ano seguinte.

Compartilhe
26/03/2024
AUMENTO
Área queimada no Brasil dispara em mais de 400% em fevereiro
16/03/2024
ESTUDO
Fim dos supersalários economizaria R$ 3,8 bi aos cofres públicos
16/03/2024
LEVANTAMENTO
Brasil cai em ranking de liberdade econômica

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda