RANKING
Brasil fica entre países com pior nota em matemática da OCDE
Por PODER 360 • 05/12/2023
Compartilhe
Brasil OCDE
Ranking do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (PISA 2022) foi divulgado pela OCDE nesta terça (5).

MARANHÃO, 05 de dezembro de 2023 – O Brasil está entre os 17 países, entre 81 que foram analisados, com o pior rendimento na disciplina de matemática, segundo o ranking do Pisa 2022 (Programa Internacional de Avaliação de Alunos 2022), divulgado pela OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) nesta terça (5).

O estudo avalia 81 países nas áreas de matemática, leitura e ciências –com foco especial em uma das disciplinas a cada 3 anos. Na edição de 2022, a especialidade da vez era a matemática, na qual o Brasil ocupou o 65º lugar. Os resultados obtidos se aproximam dos observados em países como Argentina, Colômbia e Jamaica.

Em 2018, quando o último Pisa foi divulgado, o país ocupava a faixa de 69º a 72º. Apesar da subida no ranking, a pontuação brasileira caiu no levantamento de 2022. O valor foi de 384 para 379. A diferença representa uma queda de, no mínimo, 2 pontos, considerando a margem de erro de 376 a 382.

A média dos países integrantes da OCDE para a disciplina foi de 472 pontos.

Para medir a pontuação de cada nação, a OCDE aplica prova de duas horas para estudantes de 15 anos em cada nação que integra o estudo. A avaliação tem questões objetivas e dissertativas nas áreas abordadas, com quase metade do tempo reservada só para a disciplina enfatizada no triênio em questão. O valor de cada item varia conforme o seu grau de dificuldade.

O ranking é organizado de modo que o maior número na pontuação final represente uma classificação melhor. No caso da avaliação de matemática, o vencedor foi Cingapura, que registrou uma pontuação de 543. Dentre os 10 mais bem colocados estão outros 5 locais asiáticos: Macau, Taiwan, Hong Kong, Japão e Coreia do Sul.

Brasil mantém média em leitura e ciência

Já para as áreas da leitura e ciência, o Brasil permaneceu dentro da margem de erro em comparação com o ano de 2018.

No caso da 1ª área, o resultado ficou no intervalo de 406 a 414 pontos, o que contempla os 413 pontos atingidos no último teste. Na 2ª área, por sua vez, o intervalo foi de 399-407, contra 404 pontos em 2018.

No ranking da leitura, o país atingiu a 52ª posição –a melhor entre as 3 disciplinas avaliadas. Enquanto isso, no ranking da ciência, o Brasil está n0 62º lugar. Em ambos os casos, os resultados também se aproximam de países como Colômbia e Jamaica.

A média da OCDE para leitura foi de 476 pontos. Para ciência, 485 pontos. Todos os primeiros lugares foram ocupados por Cingapura. Nações como Japão e Coreia do Sul também reaparecem no top 10.

Continue lendo

Compartilhe
02/02/2024
LEVANTAMENTO
Brasil tem a maior diferença salarial entre parlamentares e o povo
01/02/2024
LEVANTAMENTO
Brasil supera Argentina e lidera endividamento na América Latina
30/01/2024
LEVANTAMENTO
Brasil despenca em “Ranking de Corrupção”

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda