INVESTIGAÇÃO
Autorizado inquérito contra Janones por suspeita de rachadinha
Por linharesjr.com.br • 05/12/2023
Compartilhe
Janones rachadinha
Ministro Luiz Fux do STF abre inquérito contra deputado por suspeita de rachadinha, a pedido da Procuradoria-Geral da República.

BRASÍLIA, 05 de dezembro de 2023 – O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a abertura de um inquérito para investigar o deputado federal André Janones (Avante-MG) por suspeita de envolvimento em prática criminosa conhecida como “rachadinha”.

A decisão foi baseada no pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), que apresentou indícios de suposta conduta irregular por parte do parlamentar. O ministro destacou a necessidade de esclarecimentos sobre a tipicidade, materialidade e autoria dos fatos imputados.

Entenda mais clicando aqui.

A investigação tem como ponto de partida um áudio gravado por ex-assessores de Janones, no qual ele menciona a contribuição de seus auxiliares para uma “vaquinha” destinada a cobrir despesas da campanha eleitoral.

O deputado revela que alguns colaboradores receberão salários extras para auxiliá-lo no pagamento de contas remanescentes de sua campanha à prefeitura, na qual teria perdido R$ 675 mil.

No áudio, Janones sugere que essa prática não se trata de devolução de salário, mas sim de uma compensação para aqueles que confia e que o ajudaram em campanhas anteriores.

“Tem algumas pessoas aqui, que eu ainda vou conversar em particular depois, que vão receber um pouco de salário a mais e elas vão me ajudar a pagar as contas do que ficou da minha campanha de prefeito, porque eu perdi R$ 675 mil na campanha […] Aí, elas vão ganhar a mais pra isso. ‘Ah, isso é devolver salário e você tá chamando de outro nome’. Não é, porque o devolver salário você manda na minha conta e eu faço o que eu quiser. Né? Isso são simplesmente algumas pessoas que eu confio e que participaram comigo em 2016, que eu acho que elas entendem que realmente o meu patrimônio foi todo dilapidado”, declarou o parlamentar.

Compartilhe
20/02/2024
DECISÃO
Desembargadora maranhense é afastada pelo CNJ por dois anos
20/02/2024
FORO PRIVILEGIADO
Oposição aposta no fim do foro contra excessos do Judiciário
20/02/2024
PANDEMIA DE CORRUPÇÃO
Mais um membro do Ministério Público maranhense acusado de corrupção

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda