PARALISAÇÃO
Auditores da Receita Federal rejeitam proposta e mantêm greve
Por linharesjr.com.br • 07/12/2023
Compartilhe
greve receita
Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil classificou a proposta do governo como “afrontosa” e “lamentável”.

BRASIL, 07 de dezembro de 2023 – Nesta semana, o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Sindifisco Nacional) anunciou a rejeição, por 95,15% dos auditores, da proposta do governo Lula sobre o pagamento do bônus de eficiência.

A greve, iniciada em busca do cumprimento do acordo de 2016, continuará até que o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, atenda às demandas dos sindicalistas.

O sindicato classificou a proposta do governo como “afrontosa” e “lamentável”.

Os auditores buscam a integralização do Plano de Aplicação do Fundo Especial de Desenvolvimento e Aperfeiçoamento das Atividades de Fiscalização (Fundaf), acordado em 2016. A nova proposta de Haddad, apresentada há seis meses, foi considerada insatisfatória.

Os sindicalistas exibiram faixas em protesto, exigindo o cumprimento do acordo. “Ministro Haddad, acordos devem ser cumpridos!”, afirmava uma das faixas.

A proposta do governo incluía a implementação parcelada do bônus, atingindo R$ 11 mil a partir de 2026, em contraste com os atuais R$ 3 mil recebidos pelos auditores. O pagamento estaria vinculado ao cumprimento de metas estabelecidas pelo Planalto.

O Sindifisco Nacional encaminhou o resultado da rejeição, que reafirma a continuidade da greve, ao secretário especial da Receita, Robinson Barreirinhas.

Compartilhe
24/05/2024
INSTITUTOS FEDERAIS
Greve na educação segue na próxima semana
21/05/2024
GREVE
Professores da UFMA decidem pela manutenção da greve
16/05/2024
GREVE
Governo negocia com professores de institutos federais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda